18 de dezembro de 2015

Resenhando - Espelho Dos Olhos

Olá pessoal! Tudo bom com vocês?
Hoje eu trago a resenha do livro "Espelho Dos Olhos", que já adianto dizendo que é um livro incrível.


Titulo: Espelho Dos Olhos
Autor(a): Nicolas Catalano
Lançamento: 2015
Editora: Novo Século
Talentos Da Literatura Brasileira
Páginas: 464
Classificação do Livro:

*Livro cedido em parceria com o autor.
E se por causa de uma revelação sua vida mudasse? E se por causa de ser quem você é as pessoas te julgassem sem ter conhecimento algum? Revelar-se, às vezes, pode não ser uma boa ideia. Mas é preciso.
Enquanto Evangellyne Allins tenta sobreviver a uma Escola tirana, num país onde a cor dos olhos, Elites e Classes de Talento são o que importa, a vida de seu querido pai está em risco.
Será que valerá a pena enfrentar todos os seus reflexos mais profundos e íntimos pela pessoa mais amada? Tortura. Medo. Aversão. Evangellyne será forçada a descobrir-se e obrigada a arcar com as consequências desoladoras de sua revelação; e seu Espelho dos olhos a transformará inconscientemente.
Imaginem só: você andando pela internet e se depara com um livro desse e uma sinopse que nos traz um enredo super bacana, imaginaram? Pois bem foi isso que me fez chegar a conclusão de que eu realmente tinha que ler “Espelho dos Olhos”. Mas de primeiro momento pensei que não era um livro que iria mexer de certa forma comigo, mas o livro trouxe uma estória tão original, tão diferente das demais distopias que estou acostumado – apesar de que o livro, não se enquadra apenas no gênero distopia, mas também em ficção cientifica – que logo entrei no clima, onde foi o começo de sensações especiais.

A estória nos leva para Stravância um país onde a cor dos olhos, valia mais que tudo, pois era a cor dos olhos que te dava habilidades e essas habilidades que te davam a oportunidade de ter uma classe, a te tornar um membro da elite, o restante da população, que tinham a cor preta em seus olhos, eram os zero-classes, que eram os que não tinham habilidades em seus genes e por isso muitas vezes serviam como escravos da população que tinha miseras cores estampadas em seus olhos e o criador disso tudo – das habilidades concedidas graças a cor dos olhos - foi o grande cientista Remi Claus, que era adorado como um Deus pela população de Stravânsia.

Mas para que essas habilidades concedidas pudessem ser usadas, era preciso que a pessoa que possuí a cor dos olhos fosse estudar na Escola Talental – que era apresentada a população como se fosse o paraíso, mais na verdade não era bem assim -, mais para a protagonista Evagellyne Allins o problema, era que além da falta de dinheiro – sim, para entrar na Escola Talental era necessário pagamento -, pelo fato de seu pai ser um zero classe, Evangellyne nunca apresentou indícios de habilidades que a cor de seus olhos lhe concede, o que a levava de mal a pior por não entender quem é ela mesma, além do fato de sempre se questionar porque o mundo tem de ser da forma como acontece por lá, das leis e tudo mais que é imposto por uma rainha mais que autoritária, com o desenrolar da estória Evangellyne vai parar na Escola Talental, não por vontade própria, mais pela vontade de Atlas - vice rei de Stravância - que ameaça o futuro da pessoa que ela mais ama no mundo caso não fique por lá.


Não pude ver na estória, um momento sequer de enrolação, a estória faz seus olhos praticamente correrem pelas linhas, simpatizei com o fato de quanto mais eu lia, mais eu tinha vontade de ler. O autor caprichou nas descrições dos locais em que aconteciam as cenas e na forma que trabalhou com cada personagem, personagens que cativam de uma forma inexplicável qualquer um que se atreva a ler esta maravilhosa obra. Gostei demais da forma como ele conseguiu afundar a protagonista em um mar de dúvidas – o que me fez ver nela algo que talvez tenhamos em comum -, sem que nós leitores nos percamos junto com ela - diferente de alguns autores que tenho lidado -, gostei também da forma como Evangellyne cresceu com o passar da estória. O livro teve um final bombástico, super-curioso, que me deixou roendo as unhas, pois ele soltou uma bomba impossível de se resolver em menos das duas páginas que restavam para leitura e agora cá estou eu super-ansioso para o próximo volume. 

Queria destacar aqui a forma impressionante em que o autor com sua escrita fez-me imaginar cada criatura criada por ele, como os homongs – gostaria de ter um (risos). A escrita do livro não me causou nenhum estranhamento - por ser um livro brasileiro – como alguns livros de outros autores nacionais me causaram.


A diagramação do livro é simples, porém mais que linda, a capa tem um tipo de relevo no título enquanto o resto da capa tem uma textura fosca, as folhas são amarelas junto a fontes confortáveis para a leitura #NovoSéculoArrasou.

Poderia digitar aqui nessa resenha 1001 tipos de elogios – não digo por estar com preguiça de digitar (risos) - para esta obra, mais vamos poupar o tempo precioso de vocês, porque já esta muito grande. Geralmente amei é simplesmente a palavra que uso para livros que gosto muito, mais “Espelho dos Olhos” foi algo mais que amei, uuum... Que tal super-ultra-mega amei? Pode ser? Foi também meu livro favorito do ano e já posso afirmar isso porque o ano já esta acabando e sinto um orgulho gigante, pelo meu favorito do ano ser de autor brasileiro. Queria agradecer ao Nicolas por ter me proporcionado os momentos fantásticos que tive durante a leitura de Espelho dos Olhos.
Quer saber mais informações sobre o autor e sua obra acesse: www.nicolascatalano.com :D
E é isso galera! Logo, logo volto com tudo!
Abraçooos :D

21 comentários:

  1. Olá, puxa vida!!!!
    Eu não conhecia a obra e fiquei totalmente presa na tua resenha imagine se eu lesse o livro, ou melhor, quando eu ler. A sinopse já é algo que me deixou interessada, mas saber detalhes do livro através dessa resenha foi que me deixou super curiosa, só achei a capa um pouco estranha, não feia, só estranha mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Você realmente gostou do livro hein!
    Eu já tinha visto ele pela internet, mas resenha mesmo é a primeira. E claro, já me deixou curiosa logo de cara. Primeiro porque gosto desse cenário distópico, e depois por conta dos elogios. O autor parece ter trabalhado muito bem. Outra coisa que gosto são finais surpreendentes. Fiquei bem curiosa, de verdade.
    Parabéns pela resenha!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nossa, amei a resenha. O livro parece ser ótimo. Mais um para minha listinha (listona, hahaha).
    E amei teu blog também. Se puder, dá uma passadinha no meu.
    Abraços!
    http://eusouumpoucodecadalivroqueli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, não conhecia nem o autor e nem a obra e pela empolgação da sua resenha, fiquei com muita vontade de ler. É maravilhoso ler uma resenha tão positiva de um livro nacional, isso evidencia o quanto temos talento dentro da nossa literatura contemporânea. Quero conferir e me surpreender com o final também!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oiee,
    Nossa que livro em? Você me deixou bastante curiosa e é mesmo uma aflição e tanto quando o autor solta algo assim e o livro está acabando. Fiquei ansiosa aqui para ler e espero gostar assim como você

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  6. Já vi tantas resenhas desse livro, mas essa me despertou mais interesse ainda, quero muito esse livro, esses livros nacionais estão cada vez mais nos surpreendendo.

    beijos.
    www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oiee..
    Não conhecia o livro e sua resenha me deixou super curiosa, esta cada vez mais dificil encontrar uma distopia original e empolgante como voce descreveu..
    Fiquei ainda mais curiosa por se tratar de um nacional, espero ter a oporunidade de lê-lo um dia.. Essa capa é maravilhosa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. A capa desse livro é linda demais, e a história parece ser fascinante! Só de saber que não tem nada de enrolação, que os personagens são cativantes, que a protagonista foi colocada em um mar de dúvidas e cresceu durante a história já fico ainda mais ansiosa para ler. Mas já que o final é tão bombástico assim, acho que talvez seja melhor esperar o lançamento do próximo volume pra não morrer de agonia... rs...

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  9. Oii, já havia visto este livro em outro blog, mas nunca parei para ler nenhuma resenha dele. Pelo que vejo do livro, ele parece ser muito bom, mas não iria conseguir viver com o final e logo iria querer ler o próximo e não funcionaria kkk

    Abraço,
    Túlio.

    ResponderExcluir
  10. Oii!

    Começo elogiando essa capa, que maravilhosa gente! Eu não conhecia o autor nem a obra e curti! Confesso que distopias não funcionam muito comigo, a leitura sempre demora para engrenar e eu acabo não curtindo tanto, mas é impossível não se encantar ao ler uma resenha dessa ;)
    Gostei do enredo e de como foi trabalho! A parte gráfica está linda mesmo!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem!

    É muito bom quando somos surpreendido por um livro. Na verdade seria maravilhoso se só pegássemos livros maravilhosos. Haha. Gostei da sua empolgação, da capa e da premissa do livro. Espero conferir em breve.

    beijos
    http://www.livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oii, tudo bem?
    Eu tive a oportunidade de ler esse livro e posso afirmar que ele é tudo isso que você disse, o autor mandou super bem na historia e eu estou super ansiosa para a continuação.

    ResponderExcluir
  13. Mesmo com toda essa hiper mega empolgação com a obra e ser de um tipo de livro que me agrada faltou um quê na história (não sei exatamente o que) que não me deixou tipo: ai eu necessito.
    Essa sacada dos poderes serem reconhecidos pelos olhos é sensacional.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Que capa lindaaaaaa! Amei a sinopse, creio que vou gostar do livro, se for tudo isso que vc diz na sua resenha!Li muitos nacionais esse ano e pretendo ler mais ano que vem, esse vou adicionar a lista! Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  16. A capa é incrível.
    Confesso que adorei o estilo do livro, mas como estou um tanto enjoada do gênero, não leria agora.
    Anotei para ler depois.
    Mas gostei bastante de saber que a narrativa é boa e os personagens bem construídos.
    Ótima dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  17. Olha já faz um bom tempo que estou de olho nesse livro.
    Estou querendo comprar para ler sabe?
    Mas até então eu ainda não comprei por falta de dim dim mesmo.
    Mas assim que tiver oportunidade com certeza irei adquirir.
    Sem contar que uma das minhas colaboradoras vai resenhar, pois pediu em parceria com a editora, mas vamos ver se dessa vez vem, porque desde de outubro estou sem receber os livros. Mas mesmo assim espero que dessa vez venha =x

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/sem-querer-me-apaixonei-por-voce-4.html

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem
    Que coincidência, eu vi a divulgação desse livro recentemente em algum blog, essa é a primeira resenha que leio. Você acaba de me deixar super empolgada para ler esse livro, pois adoro ficção científica e também distopias. Imagine ter os dois em um único livro?l Já vi que a historia fala de preconceito, pois as pessoas são diferentes de acordo com a cor dos olhos, gostei da forma como a questão foi explorada. E também adorei saber que a leitura é viciante e que o final é bombástico. Não vejo a hora de ler, sua resenha ficou ótima!!!
    Beijinhos.
    Cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá,

    Eu "conheço" o autor através do canal literário que ele criou em parceria com a Dáfne Freitas (uma autora sensacional), ele é muito cativante e engraçado, e se isso for um prelúdio para o que venha a ser a obra dele, já sei que será um sucesso!
    Eu gostei bastante da premissa do livro e estou louca para ler.
    É uma sensação boa quando um livro consegue superar nossas expectativas, né?

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Olá!!!
    Gratificante quando lemos um livro e nos faz se sentir tão bem e superar nossa expectativas; pois foi isto que senti lendo sua resenha. Não conhecia o livro e confesso que fiquei curiosa em ler e saber o porque gostou tanto.

    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  21. Nossa cê adorou o livro?
    A historia dele parece ser muito boa mesmo, confesso, até viciante, embora esteja conhecendo ele apenas agora, não vejo o momento de poder ler ele - espero que seja logo.

    ResponderExcluir