21 de junho de 2015

Resenhando - Quem é Você Alasca?


Não sei nem por onde começar a resenha desse grandioso livro, pois foi o livro que me convenceu que eu devo me aventurar mais sair em busca do meu grande talvez assim como o nosso protagonista Miles saiu de sua zona de conforto.
 
Vou dizer pra vocês desde o inicio da resenha "Quem é você Alasca?" de John Green foi um dos poucos livros que arrancaram lágrimas dos meus lindos olhos e que chegaram embaçar as lentes do meu óculos e podem me chamar de mariquinha mesmo, não ligo.
 
O livro nos traz a história de Miles, um garoto que adora ler biografias e que tem um hobbie que nenhum garoto comum tem, ele coleciona últimas palavras ditas por personalidades antes de sua morte e até então Miles era um garoto anti-social. E esse menino sai em busca do seu grande talvez e decide buscar aventuras em um internato, o mesmo que seu pai se formou em busca daquelas histórias vividas por seu pai.
 
Nesse internato, Miles conhece Coronel e Alasca a garota que logo conquista com seu jeito louco e lindo de ser o coraçãozinho de Miles e o meu - sim me apaixonei por ela - também, e lá esses personagens aprontam e muito o que deixa a história muito mais interessante, emocionante e impressionante pelo fato de eles aprontarem e serem nerds.
"Não sabia se podia confiar nela e já estava cansado de sua imprevisibilidade – fria num dia, meiga no outro; irresistivelmente sedutora num momento e insuportavelmente chata no outro."
Os capítulos eram feitos em contagem regressiva para um evento que muda alguns rumos da histórias, e a contagem após esse evento.
 
A diagramação do livro está linda na versão produzida pela Editora Intriseca, mas não achei o mesmo da versão da Editora Martins Fontes, mas o que importa - pelo menos pra mim - é o conteúdo que contém nele, mais uma diagramação bonita não faz mal pra ninguém.
 
Mas o livro tem uma história encantadora que nos prende do começo ao fim, e alguns acontecimentos são de embaçar as lentes do óculos como disse acima e "Quem é você Alasca?" na minha humilde opinião tem o dom de fazer isso conosco, pois além de ser emocionante não é um livro que contém coisas surreais - apesar de amar fantasia - é um livro que realmente aquelas coisas podem acontecer e podemos tirar daquelas cenas vividas pelos personagens lições.
 
A lição de não ser como o Miles antes de ir pro internato, buscar nosso grande talvez, aquilo que nos satisfaça, aquilo que nos traga alegria, só que ao mesmo tempo estar aprendendo aquilo que é ensinado na escola, faculdade, estar prestando atenção ao seu redor, pois a vida não é só festa e Quem é você Alasca nos traz a história de adolescentes que sabem viver e também cenas que devem servir para nós de como não viver.
"Chega uma hora em que é preciso arrancar o Band-Aid. Dói, mas pelo menos acaba de uma vez e ficamos aliviados."
Me apaixonei pela história, me apaixonei pela personagem, me deliciei com a escrita do autor e dessa forma o livro foi parar na minha lista de favoritos e contradizendo a maioria "Quem é você Alasca?" é sim - pelo menos para mim kkk - o primeiro e o melhor livro do Tio João Verde e não "A culpa é das Estrelas", mais isso é assunto para outro post.
“Não posso ser uma dessas pessoas que ficam sentadas falando que pretendem fazer isso e aquilo. Eu vou fazer e pronto. Imaginar o futuro é uma espécie de nostalgia.”
Então é isso pessoal! Já leram o livro? O que acharam?
 

2 comentários:

  1. Oii! Eu tenho esse livro aqui na minha estante, ainda não tive coragem de ler. Leio muitas coisas ótimas sobre ele. Dizem ser o melhor do John Green.

    Boas leituras, rapaz.
    Um Abraço.

    Diego, Blog Vida & Letras
    TEM PROMOÇÃO no Blog, participe: http://blogvidaeletras.blogspot.com.br/2015/06/promocao-blog-vida-letras-e-os.html#comment-form

    ResponderExcluir
  2. Estou na dúvida se leio esse ou Cidades de Papel.

    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir